Moinho de Água da Ponte

 

Portugal, Évora, Mora, Pavia

Descrição

Em construção

Acessos

EN 370, em direcção a Avis, a partir da rotunda da Igreja Matriz, a 400m tomar estrada de terra batida à mão esquerda, e prosseguir por c. de 600m. o moinho encontra-se na margem S. da Ribeira de Têra.

Protecção

Inexistente

Grau

6 - registo em pré-inventário elementar, meramente identificativo, em que apenas se registam dados elementares relacionados com o objecto de registo, como a localização, designação e tipo de utilização.

Foto Moinho de Água da Ponte

Enquadramento

Periurbano, fluvial, isolado, na margem S. da Ribeira de Têra.

Descrição Complementar
Utilização Inicial

Extração, produção e transformação: moagem

Utilização Actual

Propriedade Privada pessoa singular

Época Construção

Séc. 19 (conjectural) / 21

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 19 - data provável de construção; 1870, 17 de Julho - posturas da Câmara Municipal de Mora, revogando as anteriores, nas quais surge legislação vária relativa aos moínhos de água do Concelho, nomeadamente proibição de moer trigo nas pedras barroqueiras ( próprias para centeio ) ou de moer grão fora do concelho, bem como obrigação de todos os moleiros "de pé de mó, como os maquilões ( os moços que levavam a farinha ao domícilio ) ou carregadores", de prestarem fiança por todo o mês de Janeiro e obrigação dos forneiros de fornos públicos de cozerem o pão e "mais artigos precisos a toda e qualquer pessoa"; Séc. 21, 1º quartel - obras de reconstrução destinadas a habitação privada.

Autor e Data

Rosário Gordalina 2011

Imagens

© 2013 by Associação dos Amigos da Natureza de Cabeção. Todos direitos reservados.

  • Facebook ícone social